top of page

O BLOCO MDC

No ano de 2006, um grupo de batuqueiras se uniu para preparar seu primeiro desfile carnavalesco, pondo em prática a ideia que as cuiqueiras Gláucia Cabral e Vivian Freitas tiveram em 2003: criar um bloco feminino que só interpretasse músicas de Chico Buarque de Holanda. A ideia amadureceu aprimorando-se para uma releitura original do universo musical criado por Chico. O grupo passou a interpretar suas canções dentro de uma estética inusitada, com destaque para a formação instrumental tradicional das Escolas de Samba.

Assim nasce o Bloco Mulheres de Chico (MDC), que logo chamou a atenção dos foliões que foram assistir ao seu primeiro desfile, no estilo concentra-mas-não-sai, em 2007, na Praça Antero de Quental (Leblon – Rio de Janeiro). Desde então, o bloco, com cerca de 30 batuqueiras, vem conquistando um público de idades e perfis variados, com charme, animação, figurinos e adereços alegres e descontraídos, recriando a obra de Chico e ganhando visibilidade no cenário musical brasileiro, com arranjos que exploram ritmos como o samba, o ijexá, o côco, o jongo, a marchinha, o maculelê e o funk carioca. A consagração se deu em 2008, quando o bloco tocou na famosa Feijoada da Estação Primeira de Mangueira, quando a escola de samba ainda não aceitava mulheres tocando em sua bateria. Na ocasião o bloco foi homenageado com uma placa de agradecimento por sua contribuição à cultura carioca, fato que deixou honradas todas as suas integrantes.

Em 2007 o MDC passou a se apresentar em teatros, casas noturnas e shows ao ar livre no Rio de Janeiro, tais como o Teatro Rival Petrobrás, Teatro Odisseia, Teatro Nelson Rodrigues, Bar do Tom, Clube dos Democráticos, Rio Scenarium, Teatro da UFF, Teatro Municipal de Niterói, Parque das Ruínas, Arcos da Lapa, entre outras. O grupo também costuma se apresentar em eventos empresariais e beneficentes, festas fechadas e festivais de música em diversas cidades do Brasil, como Brasília, Juiz de Fora, Belém, Manaus, Palmas e São Paulo. Em 2018 O Bloco Mulheres de Chico fez sua primeira viagem internacional para Cuba, e fizeram um show lindo na casa de shows na Fábrica de Arte Cubano, na cidade de Havana.

Com produção da diretora musical Flávia Costa as Mulheres de Chico gravaram 2 CDs e 13 músicas lançadas e disponíveis em todas as plataformas digitais.
No Carnaval do Rio, o Mulheres de Chico reúne de forma pacífica e alegre cerca de 60.000 foliões, transformando a Zona Sul do Rio de Janeiro em um grande baile que une diversas gerações. Em homenagem à folia, o bloco ainda lança anualmente camisetas comemorativas para as integrantes do bloco , equipe e o público também pode adquirir e colaborar com o Bloco.
Com as cores vermelho e rosa no seu estandarte, as 30 batuqueiras que fazem parte do Mulheres de Chico preparam-se para levar o bloco rumo a uma nova etapa de sua carreira em 2024. Além da tradicional participação no Carnaval do Rio de Janeiro, o MDC realiza muitos shows por todo o Brasil.

CONHEÇA AS INTEGRANTES DO BLOCO

Clique na imagem abaixo
Conheça as integrantes do Bloco Mulheres de Chico
bottom of page